Saturno fica mais brilhante, e anéis poderão ser observados com binóculo

Saturno já está mais brilhante e visível no céu e terá o melhor momento para ser visualizado na noite desta quinta-feira (15). Isso porque este é o momento do ano em que o planeta dos anéis fica alinhado com o a Terra e o Sol, com a Terra no meio. Essa é a melhor época para observar o astro. A olho nu, será possível ver o planeta. E com um bom binóculo ou um telescópio simples será possível ver detalhes, como seus anéis.

Saturno fica mais brilhante, e anéis poderão ser observados com binóculo.

O planeta encontra-se próximo às constelações do Serpentário e de Escorpião. É possível localizar o astro tomando como referência a estrela de Antares, de coloração alaranjada que fica na constelação de Escorpião.

Para quem não domina o mapa estelar, se você estiver olhando para leste, na direção do horizonte sudeste do céu, à esquerda, estará Saturno, e mais acima, à direita, está Antares, um ponto luminoso alaranjado.

“Saturno estará bem brilhante, visível a olho nu. Não tem como confundir”, diz Daniel Mello, astrônomo do Observatório do Valongo, da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

As únicas coisas que podem atrapalhar a observação é poluição luminosa, de locais com muitas luzes, e o céu nublado.

Será visível durante todo o mês de junho

Saturno estará visível em todo o Brasil, sendo que com condições um pouco melhores de visualização nas regiões Sul e Sudeste.

De acordo com Mello, o momento do alinhamento entre Saturno, Terra e Sol ocorrerá às 14h (no horário de Brasília). Algumas horas depois, por volta das 18h, o planeta alcançará o ponto em que fica com a menor distância com relação à Terra. E somente por volta das 19h30 ele surgirá no céu para os brasileiros, no horizonte leste. Mas o “show” de Saturno não depende do momento exato da oposição.

Saturno realiza no céu um movimento circular semelhante ao do Sol e ao da Lua. Assim sendo, no começo da noite ele estará em uma posição “baixa” no céu, a leste. Ao longo da noite, o planeta irá “subir” na perspectiva do observador da Terra.

“O melhor momento para observar é perto da meia-noite, quando vai estar mais alto no céu e mais brilhante”, diz Rojas. Depois disso, Saturno começará a “descer”, voltando ao horizonte, mas desta vez à oeste, no fim da madrugada.

“O momento em que o alinhamento ocorre é apenas um instante. Mas na prática, observar uma semana antes ou depois, o resultado é o mesmo”, diz Gustavo Rojas, astrônomo da Ufscar (Universidade Federal de São Carlos) e da Sociedade Astronômica Brasileira. Segundo os astrônomos, Saturno estará mais brilhante durante todo o mês de junho.

Use binóculo com aumento de 20 vezes

Para visualizar detalhes de Saturno, é necessário utilizar um binóculo potente, que possibilite aumento de até 20 vezes. “Com binóculos simples, não fica muito nítido”, diz Mello. Um pequeno telescópio permite visualizar bem os anéis do planeta.

Quem quiser explorar mais coisas na noite desta quinta, poderá observar Júpiter, no alto do céu. O maior planeta do Sistema Solar teve sua oposição à Terra no fim de abril, mas ainda está bem brilhante. Com um bom binóculo, é possível observar faixas de nuvem e satélites do gigante vermelho.

Esta entrada foi publicada em Astronomia, Notícias, planetologia. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta