Professor de Oxford vê a história como a luta constante entre três grupos

” Uma Nova História do Poder” traz uma anatomia das crises mundiais
charge-choque

Os comerciantes, os sábios e os guerreiros são os três grupos que disputam a supremacia em todas as sociedades, segundo o professor de história na Universidade de Oxford David Priestland.

Em “Uma Nova História do Poder”, livro que chega ao Brasil publicado pela Companhia das Letras, Priestland examina o embate e as alianças que determinam os valores e os rumos das nações.

Denominadas como castas pelo autor, elas vivem em constante luta pelo poder. Quando uma delas rompe o equilíbrio e passa a ter um domínio muito maior do que as outras, ocorre uma crise econômica, uma guerra ou uma revolução.

Para Priestland, o século 20 testemunhou a constante troca de comando, por isso foi marcado por mudanças violentas. Neste século, são os comerciantes que atingiram a hegemonia, mas a sua capacidade de liderança está cada vez mais desacreditada.

A falta de esperança da sociedade ocidental na casta dominante, de acordo com a leitura do autor sobre o contexto atual, é um prenúncio de uma nova transformação.

Nascido na Inglaterra, David Priestland também assina “A Bandeira Vermelha”, lançado em 2012 pela editora LeYa. O título narra a história de uma ideologia que se apresentou de diversas formas ao longo do tempo e quase se transformou em uma charada teórica.

UMA NOVA HISTÓRIA DO PODER

AUTOR David Priestland

EDITORA Companhia das Letras

QUANTO R$ 47,90 (preço promocional*)

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta